fbpx

Atendimento Online

Como melhorar a qualidade do WI-FI

Melhor conexão e velocidade são pontos essenciais para a maioria das pessoas na hora de contratar a rede Wi-Fi para casa ou trabalho. Muitos acreditam que isso está ligado unicamente a um plano maior e mais caro, mas às vezes essa não é a única nem a melhor solução.

A questão pode estar ligada a vários fatores, como a configuração e localização de dispositivos utilizados, além de vírus nos computadores, que podem prejudicar a navegação. A boa notícia é que existem formas de otimizar a qualidade sem gastar dinheiro, com uso de sites, apps e a verificação de equipamentos.

Por isso, fizemos um guia com algumas dicas para que você saiba como melhorar a conexão Wi-Fi em casa. Confira 5 dicas que irão ajudá-lo.

 

1. Escolha o local certo para instalar o roteador

Talvez você tenha instalado a rede de internet sem fio em um local isolado da casa, ficando distante de computadores e celulares, o que prejudica o sinal da conexão. Isso acontece porque o roteador funciona com ondas, de forma que qualquer obstáculo no caminho – como muitas paredes e móveis – pode interferir na sua cobertura.

Assim, a melhor estratégia é colocá-lo em um local alto e central da casa, pois assim o sinal se espalha para todas as direções. É interessante, também, privilegiar o cômodo no qual computadores e celulares serão mais utilizados. Vale lembrar que telefones sem fio e aparelhos de microondas podem interferir no sinal e devem ficar o mais distantes possível.

 

2. Proteja a rede de ladrões de sinal

Mesmo que a rede já tenha uma senha cadastrada para a rede sem fio, pode ser que ela tenha sido descoberta e algum vizinho esteja utilizando sua conexão, o que a deixará mais lenta.

Uma das melhores maneiras de evitar isso é optar por um padrão de segurança mais avançado, como o WPA. Mesmo assim, como qualquer código, deve ser de difícil acesso, sempre misturando números e letras. Também é aconselhado mudá-la frequentemente e evitar nomes que indiquem de onde e a quem pertence aquela rede.

 

3. Reinicie o roteador com frequência

Muitas vezes, o aparelho pode travar por conta do aquecimento. Por isso, reiniciar o modem manualmente é bastante recomendado. Outra sugestão é mantê-lo desligado quando ninguém estiver acessando a internet – durante a noite ou quando não há ninguém em casa, por exemplo. Além de melhorar a conexão assim que você voltar a ligá-lo, isso também garante maior vida útil ao equipamento.

 

4. Fique atento a aplicativos que sequestram sua banda

Streamings, jogos online, programas de download e outras atividades que exigem conexão constante podem comprometer muito o sinal da rede Wi-Fi. Se várias pessoas compartilham a mesma rede, é provável que algum aparelho específico esteja consumindo a maior parte da banda, limitando o uso pelos demais dispositivos.

Para resolver este problema é indicado utilizar uma ferramenta presente em quase todos os roteadores: o QoS. Com ele é possível, por exemplo, priorizar chamadas em vídeo a downloads do Torrent, a partir da transferência de dados por protocolos.

 

5. Instale um repetidor de sinal

Se você mora em uma casa com vários pisos, cômodos e paredes grossas, é possível que o alcance do Wi-Fi fique bastante prejudicado. Uma boa forma de solucionar esse problema é instalando repetidores de sinal.

Alguns deles se conectam ao roteador através de um cabo Ethernet e reenviam o sinal a dispositivos mais remotos. Há, também, outra opção: dispositivos PLC, ligados ao cabeamento da rede elétrica.

Achou essas dicas úteis? Que tal combiná-las à rede com maior velocidade de Belo Horizonte?

Blink, sua internet do seu jeito!